Segurança pública

Parceria entre Programa Celular Seguro e Google é destacada em evento de lançamento de novos recursos contra roubo ou furto de dispositivos

Atuação conjunta reuniu Ministério da Justiça e Segurança Pública e empresa com o objetivo de ampliar a integração entre sistemas de segurança

Agência Gov | Via MJSP
11/06/2024 18:13
Parceria entre Programa Celular Seguro e Google é destacada em evento de lançamento de novos recursos contra roubo ou furto de dispositivos
A companhia apresentou novas tecnologias contra roubo ou furto de celulares com sistema operacional Android

Iniciativa desenvolvida pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), o Programa Celular Seguro foi destacado pelo secretário-executivo da Pasta, Manoel Carlos de Almeida Neto, no Google for Brasil, realizado nesta terça-feira (11/6), em São Paulo. No evento, a companhia apresentou novas tecnologias contra roubo ou furto de telefones móveis equipados com sistema operacional Android.

A parceria entre o MJSP e o Google foi iniciada em 2024, com discussões para a integração dos sistemas de segurança. Uma reunião com o vice-presidente de Relações Governamentais e Políticas Públicas, Markham Erickson, ocorreu no último mês de março no Ministério. Ao longo do ano, equipes técnicas da Pasta e da empresa se reuniram para cooperação.

As discussões com a Pasta contribuíram para o desenvolvimento do recurso do Google que bloqueia a tela do celular caso o sistema, que faz uso de tecnologia de inteligência artificial, identifique movimentos bruscos do aparelho, típicos de uma situação de furto. A funcionalidade estará disponível, inicialmente, apenas no Brasil a partir do mês de julho. Mais informações em goo.gle/android-seguro.

“Temos agora duas iniciativas contra o roubo e o furto de celulares que se complementam, formando uma muralha de segurança que tem o cidadão como principal beneficiário”, disse Manoel Carlos. “Hoje, a vida das pessoas está no aparelho celular. Por isso, um dos focos prioritários do MJSP é o combate ao roubo e furto dos aparelhos, crime endêmico no país”, complementou.

No evento, o líder para Android no Brasil, Bruno Diniz, disse que o Programa Celular Seguro “foi uma inspiração” para o desenvolvimento de novas funcionalidades de proteção ao usuário.

Bloqueios

Sempre que o usuário do Celular Seguro emite um alerta, além do bloqueio às contas dos bancos parceiros, as operadoras de telefonia bloqueiam os chips dos telefones roubados, furtados ou extraviados. O objetivo da medida é evitar que bandidos utilizem os chips para clonar o WhatsApp e redes sociais para aplicar golpes.

Além disso, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) também efetua o bloqueio do aparelho, a partir do IMEI, que é a identificação de cada telefone móvel.

A ferramenta pode ser acessada diretamente no navegador de internet, por meio deste link ou por aplicativos, disponíveis para Android e iPhone (IOS).

Por: Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP)

 

Link: https://www.gov.br/mj/pt-br/assuntos/noticias/parceria-entre-programa-celular-seguro-e-google-e-destacada-em-evento-de-lancamento-de-novos-recursos-contra-roubo-ou-furto-de-dispositivos
A reprodução é gratuita desde que citada a fonte